Riscos do uso indiscriminado de antibióticos


O uso indiscriminado de antibióticos é a principal causa do desenvolvimento de bactérias resistentes na comunidade.

antibiótico para resfriado e gripe

Antibióticos administrados indiscriminadamente como no tratamento da gripe ou resfriado contribuem para evolução de genes resistentes

Uma vez no organismo, o antibiótico age não somente sobre as bactérias no tecido infectado, mas ao ser excretado na pele e no intestino, age também sobre a população infinitamente maior de bactérias não-patogênicas.

Neste processo, o antibiótico encontrará pelo caminho diversas bactérias naturalmente resistentes que possuem genes que permitem sua sobrevivência na presença de antibióticos. Em condições normais, bactérias resistentes não se destacam em relação às demais, mas frente à eliminação das bactérias sensíveis, encontram um ambiente favorável para prosperar e se reproduzir.

Ao revelar, amplificar e propagar bactérias que de outra forma estariam confinadas à obscuridade, os antibióticos administrados indiscriminadamente contribuem para cada etapa na evolução de genes resistentes.

Apesar da solução para reduzir a resistência aos antibióticos ser complexa, táticas individuais podem contribuir para limitá-la, como administrar antibióticos em situações com clara indicação e informar o paciente sobre os riscos do uso inadequado.

dez 22, 2014 by

Envie seu comentário (não utilize este formulário para envio de dúvidas)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *