Diagnóstico e Tratamento da Fibromialgia


Revisão abrangente sobre aspectos gerais, manifestações, diagnóstico e tratamento da fibromialgia

Dr. Eduardo dos Santos Paiva

Conceitos Gerais Manifestações Diagnóstico Tratamento Acompanhamento

 

 

PONTOS PRINCIPAIS

Definição: A fibromialgia é uma condição caracterizada por dor muscular generalizada, de natureza não-inflamatória, que pode estar acompanhada de fadiga, sono não-reparador e distúrbios do humor.

Causas principais: Incertas; evidências atuais apontam para uma sensibilização do sistema nervoso central à dor.

Quando suspeitar: A suspeita de fibromialgia deve ser considerada em pacientes com queixa de dor muscular difusa.

Diagnóstico: Os critérios mais utilizados para diagnóstico da fibromialgia são os do American College of Rheumatology (1990). Exames complementares são solicitados para exclusão de diagnósticos diferenciais, quando necessário.

 Tratamento: Não-farmacológico, com atividade física aeróbica e medidas para melhora na qualidade de vida; farmacológico com analgésicos e medicamentos para melhora de sintomas associados.

 

INTRODUÇÃO

A fibromialgia é uma síndrome clínica caracterizada por dor muscular generalizada de natureza não-inflamatória, acompanhada de sintomas como fadiga, sono-não reparador e distúrbios do humor. Apresenta prevalência entre 0,7 a 5% da população e afeta principalmente mulheres entre as idades de 30 e 50 anos, apesar de haver evidências de que pode aumentar após os 50 anos. A proporção homem:mulher é de 1:8 e há casos descritos em crianças (1).

A etiologia da fibromialgia ainda não é totalmente definida, porém, evidências atuais apontam para uma sensibilização do sistema nervoso central à dor.

Clinicamente, apresenta-se com dor difusa acompanhada de dor à palpação da musculatura de maneira simétrica e difusa, sono não-reparador e fadiga.

O diagnóstico é clínico e os exames complementares são focados principalmente na exclusão de diagnósticos diferenciais.

O tratamento da fibromialgia é multidisciplinar e visa a melhora da qualidade de vida, diminuição da dor e melhora de função. Indica-se atividade física aeróbica, analgésicos e medicações para melhorar o sono. Mais recentemente, novas medicações mostraram-se eficazes em melhorar mais de um destes aspectos da fibromialgia.

 

Pontos dolorosos na fibromialgia.

SINÔNIMOS PARA A FIBROMIALGIA

Fibrosite

 

ETIOLOGIAS DA FIBROMIALGIA

ETIOLOGIA OCORRÊNCIA OBSERVAÇÕES
Sensibilização do sistema nervoso central à dor Comum As evidências que apontam para esta etiologia na são baseadas na observação de que pacientes com fibromialgia apresentam aumento de substância P (neuropeptídeo) no líquor e maior ativação em áreas do córtex cerebral relacionadas à dor quando observadas por ressonância magnética e por tomografia por emissão de fóton único (SPECT) (2,3).
Alteração da arquitetura do sono Comum Evidenciada por achados de intrusão de ondas alfa nas zonas de sono profundo à polissonografia. Esta alteração também induz sono não-reparador em controles (45).
Diminuição da atividade do sistema descendente de controle da dor Comum Pacientes com fibromialgia possuem deficiência na ativação deste sistema quando recebem estímulos dolorososos específicos (6).

 

CLASSIFICAÇÃO DA FIBROMIALGIA

Não há.

 

Conceitos Gerais Manifestações Diagnóstico Tratamento Acompanhamento

abr 19, 2011 by

Envie seu comentário (não utilize este formulário para envio de dúvidas)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *